Farmácias e drogarias foram os pequenos negócios que mais negociaram o valor do aluguel durante a pandemia

Compartilhe nas Mídias Sociais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Levantamento da fintech BizCapital apontou que negociação de dívidas ativas e priorização de contas a pagar foram as principais soluções buscadas pelas MPEs

São Paulo, julho de 2020 – Medidas de contenção de despesas para manter os negócios funcionando foram as primeiras preocupações das micro e pequenas empresas com a chegada da pandemia. De acordo com uma pesquisa realizada pela BizCapital, fintech que concede empréstimo online para esse público, as principais saídas encontradas por esses empreendedores foram negociação de dívidas ativas e priorização de contas a pagar. 50% das farmácias e drogarias, por exemplo, negociaram o valor do aluguel.

A indústria por sua vez negociou dívidas ativas (41%), enquanto os serviços de beleza precisaram pausar contratos com fornecedores (35%) e priorizar quais contas pagar (58%). “É importante notar que muitos estabelecimentos tomaram duas ou mais medidas, simultaneamente, para conter os gastos e se manterem firmes. Para não demitir, muitos negócios se apoiaram em soluções mais conciliatórias, sem impacto direto nos funcionários”, afirma Francisco Ferreira, sócio-fundador da BizCapital.

A pesquisa também levantou quais foram as principais medidas de contenção de despesas dos empresários de acordo com as regiões do país. Centro-oeste e norte priorizaram quais as contas que deveriam acertar, com 41% e 33% das respostas, respectivamente. Já o sul, sudeste e nordeste tiveram como prioridade a negociação de dívidas ativas, com respectivamente, 45%, 43% e 26%.

“Os dados mostram que, de uma forma ou de outra, as empresas não querem ficar inadimplentes. Pelo contrário, querem honrar os compromissos existentes e, assim, remanejar as contas para se estabilizarem”, finaliza Francisco.

Confira a pesquisa completa aqui.

Sobre a BizCapital

Fundada em 2016, a fintech se destaca por conceder empréstimo online para pequenas e médias empresas, por meio de um processo rápido e seguro para tornar o crédito mais acessível. A ideia da empresa surgiu para atender os empreendedores de diversos segmentos que precisam de empréstimos para capital de giro ou ainda para comprar estoques ou equipamentos. A velocidade na entrega do dinheiro é o grande diferencial da startup carioca que deposita o dinheiro na conta em até 1 dia e sem burocracias.

Redação Negócios Pro Br

Redação Negócios Pro Br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.