Webinar: Os desafios de empreender nos EUA com Manoel Suhet

Compartilhe nas Mídias Sociais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Você tem planos de empreender no EUA? Qual a diferença entre empreender nos EUA e no Brasil?

Por Allana Schutz e Nicole Geminiani – Estagiárias Negócios Pro Br

Manoel Suhet, empresário e CEO de aluguel nos Estados Unidos, onde administra três empresas, fala sobre os desafios de empreender nos EUA, no webinar que ocorreu em 15 de setembro. A vontade de internacionalização dos negócios gera questionamentos de como levar ou começá-los nos Estados Unidos. Ele aponta que as grandes motivações dessa internacionalização é a busca por uma melhor qualidade de vida e segurança.

Muitos brasileiros escolhem a America do Norte por ser a maior economia do mundo. E o destino mais procurado pelos brasileiros é a Florida, que de acordo com Suhet é vista como um “El Dourado” e está dentro dos 10 melhores lugares para empreender por ter uma melhor infraestrutura, fácil acesso a recursos físicos e ótimo acesso a informação. E de acordo com ele, as empresas só pagam impostos ao governo quando tem lucro real e não presumido, o que facilita o crescimento.

Suhet faz consultoria para outros empreendedores brasileiros que querem adentrar no mercado americano. Ele conta que abrir uma empresa no país demora por volta de 24 horas. Porém, existem dois caminhos: o fácil e o correto. O primeiro é achar que será simples ter sucesso nos EUA, o segundo é ter um planejamento robusto alinhado a uma linha de execução para alcançar as metas desejadas.

O empreendedor Suhet explica que, apesar de parecer fácil o empreendimento nos Estados Unidos, a competição do mercado é muito grande. Por isso, para ter sucesso, é necessário ter um “mindset” aberto e um plano de negócios estruturado. Segundo ele, partir direto para ação ou confiar em qualquer um são um dos principais erros do brasileiro. A falta de planejamento pode gerar muitos prejuízos, como Suhet explica. Um dos exemplos é o contrato de locação, que nos EUA, dura 10 anos; então, não criar planos pode levar o empreendedor, mesmo depois de falir, a continuar pagando aluguel.

As facilidades que se encontra nos Estados Unidos, tanto para abrir, quanto para manter uma empresa, podem levar a erros, de acordo com o empreendedor. A humildade, para ele, é uma qualidade fundamental, já que a pessoa se encontra em um país com uma lógica completamente diferente do Brasil. Suhet afirma que certas atitudes que funcionam no território brasileiro podem ser desastrosas em solo americano.

Ele diz que para empreender nos EUA, assim como em qualquer outro país, ter um bom psicológico é necessário. O planejamento pode funcionar, mas, caso o empreendedor não esteja preparado para lidar com a mudança de realidade, todo o investimento pode ser em vão. É preciso entender o modelo de negócio e ter a capacidade de se destacar no mercado americano.

Redação Negócios Pro Br

Redação Negócios Pro Br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.