7 práticas para adotar na retomada nos escritórios

Compartilhe nas Mídias Sociais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Empresas já flexibilizam horários e formatos de trabalho

Mesmo ainda em pandemia, as empresas de diversos setores já começaram a avaliar a retomada da economia e a volta para o escritório. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 13 milhões de brasileiros afastados do trabalho, retornaram às suas ocupações desde maio, outros 8,3 milhões permanecem em regime home office.

“Com muito tempo em casa e seguindo as regras de distanciamento social, as pessoas passaram a nutrir uma esperança para essa retomada, tanto de trabalho como na convivência. Porém, deve-se manter os cuidados, não deixar levar pela agitação e se esquecer das regras básicas para o momento que ainda é de pandemia”, avalia Celson Hupfer, CEO da Connekt, plataforma inteligente de recrutamento digital e Doutor em Psicologia Social.

Para auxiliar na retomada, o especialista dá 7 dicas sobre cuidados que devemos considerar neste momento. Além disso, também comenta sobre as tendências que permanecem mesmo após a pandemia.

Protocolos comuns
O Brasil segue o exemplo das empresas de fora do país e entre as práticas mais comuns que devem ser adotadas estão: uso de álcool em gel e disponibilização do item em toda a empresa, medição de temperatura diariamente, uso da máscara, distanciamento entre pessoas e mesas de trabalho, frequência na limpeza de superfícies, cartazes indicativos sobre as mudanças e convívio no local, marcações no chão e etc.

Retomada gradual
Mesmo que a retomada seja uma realidade, é preciso ter cautela em realizá-la. Uma opção que pode ser adotada é o retorno aos poucos, de forma escalada e por grupos. Para isso deve ser analisado o perfil dos colaboradores, segmentando os que moram mais perto e os que moram mais longe da empresa, e se moram sozinhos, com pessoas que estão no grupo de risco ou se fazem parte dele.

Em qualquer tempo e lugar
O ‘any time, any where’ deve ser levado em conta pelo líderes no momento da avaliação sobre a retomada, pois a flexibilização de tempo e lugar e o poder de escolha é algo muito atrativo do ponto de vista dos colaboradores. Além disso, ainda pode desenvolver mais engajamento, produtividade e empenho da equipe.

Espaços com atenção especial
Banheiros, cozinhas e salas de reunião ou de descanso merecem atenção especial. É preciso manter uma limpeza frequente ao longo do dia e ainda se possível, instalar dispensers automáticos e manter controle de lotação dos locais.

Confiança
Se no momento que a pandemia instalou-se no país os líderes tiveram que confiar mais nos colaboradores, a flexibilização traz a tona a importância disso de novo. Em um momento onde os colaboradores poderão decidir onde irão trabalhar, os chefes terão que demonstrar ainda mais confiança. “Esta é uma oportunidade para já colocar em prática as skills do futuro, como poder de empatia, confiança e liderança, um caminho para isso é a comunicação”, pontua Hupfer.

Retenção de talentos
O papel das empresas e dos colaboradores e a troca desta relação ficou ainda mais evidente. Com isso, a conservação de talentos pode ser uma tendência para os próximos anos. Para isso é possível buscar novas práticas de reconhecimento e feedbacks para gerar a satisfação de colaboradores no ambiente de trabalho, é preciso também gerar oportunidades de crescimento e desenvolvimento e fazer com que cada um sinta que está fazendo a diferença na empresa.

Novos modelos de liderança
Outra tendência ou prática que poderá ficar em evidência são as novas formas de liderança, que deve ser mais empática, flexível, diversa e aberta ao diálogo para melhorias ou novas ideias, e que coloca o ser humano no centro das decisões.

“Mesmo com a retomada, é necessário manter alguns hábitos na rotina para a readaptação. É importante continuar avaliando a produtividade, respeitar as pausas para almoço e cafés, desligar do trabalho em momentos de descanso, avaliar necessidades de reuniões presenciais, já que hoje a videoconferência pode ser melhor opção. A ferramenta é uma tendência e deve ser usada também para momentos de conversa entre a equipe”, finaliza Hupfer.

Sobre a Connekt
A Connekt é uma plataforma inteligente de recrutamento digital, que oferece um sistema completo de atuação em todas as etapas do processo seletivo, desde a criação de novas vagas até a seleção de pessoas para contratação efetiva. A empresa tem como expertise a estratégia de marketing para atração de talentos, experiência digital simples para empresas e candidatos e o ranqueamento dos candidatos de acordo com o perfil da vaga e a cultura da empresa. Fundada em 2017 por Celson Hupfer e Henry Novaes para potencializar o trabalho de consultores de recrutamento e seleção, a empresa traz vantagens para gestores e equipes de Recursos Humanos, como maior autonomia, otimização de tempo para atividades estratégicas, redução de custos com processos seletivos e capacidade de mensuração dos níveis de compatibilidade dos candidatos. A Connekt já trabalhou quase 20 mil vagas de empresas como Grupo BIG, Teleperformance, Natura, Centauro, Raia Drogasil, Riachuelo, Restoque, Kumon, dentre outras.

Redação Negócios Pro Br

Redação Negócios Pro Br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.