Fusões e aquisições podem beneficiar empresas em meio à crise

Compartilhe nas Mídias Sociais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

De acordo com a Mazars, auditoria e consultoria empresarial, outras movimentações importantes são de investidores e companhias internacionais que buscam oportunidades no Brasil

São Paulo, outubro de 2020 – A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus alavancou o número de operações de fusões e aquisições (M&A) no Brasil. De acordo com a Mazars, auditoria e consultoria empresarial, as companhias capitalizadas mostraram apetite e buscaram oportunidades para expandir suas operações; já as empresas que não estavam preparadas para este momento passaram a enxergar com bons olhos os processos de venda ou fusão.

Prova desse cenário são alguns anúncios recentes de fusões e aquisições no país, como a fusão entre a Localiza e Unidas, que resultou na liderança no mercado de aluguel de carros. Antes disso, o marketplace da Magalu concretizou a aquisição da startup de delivery AiQFome, com sede em Maringá, no Paraná. Já a Petlove, maior petshop online do Brasil, comprou a Vetus, plataforma de gestão para petshops e clínicas veterinárias.

“Comprar ou vender uma empresa, na maioria das vezes, envolve uma questão de valor, com dificuldades em uma precificação justa, principalmente quando o mercado ainda está em processo de entendimento em razão dos ajustes decorrentes da crise pandêmica”, afirma Ricardo Maciel, sócio de M&A e reestruturação financeira da Mazars.

Nota-se que não são apenas os grandes grupos brasileiros que ensaiam movimentações do gênero. “Nas empresas de pequeno e de médio porte, a compra ou a venda de uma empresa navegam por uma série de decisões complexas, envolvendo cenários financeiros, perspectivas de mercado e também elementos subjetivos, como o apego do empresário ao negócio ao qual dedicou tempo e energia. Em muitos casos, é a decisão mais relevante de sua vida empresarial”, declara Maciel.

Outro ponto apresentado por Maciel é o momento de potencial saída desta crise sem precedentes. Há uma forte movimentação na busca por alianças, compra de empresas por preços atraentes, realinhamento de negócios, revisão da estrutura financeira – na maioria dos casos, as empresas aumentaram o nível de endividamento – e desenho de uma estratégia com foco emergencial nas questões vinculadas à continuidade das operações com uma adequada saúde financeira. “Tudo isso é feito com foco na próxima fase de crescimento do negócio, sem perder tempo. Acredita-se que esse movimento proporcionará um diferencial para as empresas que buscam crescer rapidamente após a crise pandêmica”, finaliza Maciel.

Sobre a Mazars

A Mazars é uma parceria internacionalmente integrada, especializada em Auditoria, Consultoria, Financial Advisory Services, Serviços Tributários e BPO.

Operando em 91 países e territórios ao redor do mundo, contamos com a experiência de 40.400 profissionais – 24.400 na parceria integrada da Mazars e 16.000 pela Mazars North America Alliance – para ajudar os clientes em todas as fases do seu desenvolvimento.

No Brasil, temos mais de 800 colaboradores em nossos seis escritórios (São Paulo, Barueri, Campinas, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro e Curitiba), que solucionam questões complexas de maneira inovadora. A busca contínua pela excelência é o que nos move.

Redação Negócios Pro Br

Redação Negócios Pro Br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.